rosa metálica

poesias poesias poesias poesias poesias poesias poesias

Reprodução

reprodução das flores:

um gineceu acolhe

dos estames, grãos de pólen 

Árvore

árvore minha

caule e osso

aterra capta

Olhos

olhos mágicos

fabulam o que vêem

inventam verdade

Polinização

As plantas que produzem flores apresentam várias modalidades de polinização, como estratégias reprodutivas.

A polinização é a transferência dos grãos de pólen, produzidos nos estames, para a estrutura reprodutiva feminina, o gineceu. 

Na autopolinização a germinação acontece na mesma flor que produz os grãos de pólen, ou em outras flores da mesma planta.

Na polinização pelo vento os grãos de pólen são transportados pelo vento para flores que se encontram distantes.

A polinização pela água é mais freqüente em plantas aquáticas.

E tem a polinização realizada por insetos, como abelhas, besouros e borboletas, que bebericam o néctar das flores, carregando os grãos de pólen para outras partes.

Trevo

caminho de pedras

salta um verdinho

trevo atrevido

Vaga-lume

a menina tem lume nos olhos: 

vê vaga-lume na cidade 

não vir mais

Néctar

da flor o néctar

passarinho coleta

lá vai pólen

Criança

na língua nasce

no idioma cresce

criança palavra veste

Olhos

cavidades dos olhos

duas chamas, dentro

fio de lágrimas

Pirilampo

escura  noite

pisca o pirilampo

brilhar de olhos